O Serviço de Protocolo Integrado do TRT da 2ª Região será descontinuado a partir de 17 de novembro deste ano. Com isso, ficará impossibilitada a distribuição e peticionamento (no tocante a processos sob jurisdição do Tribunal) nos postos da OAB e agências dos Correios, bem como em unidade judiciária e grau distintos daquele em que tramita o feito.

O serviço atualmente é utilizado em caráter residual pelos jurisdicionados, tendo em vista já haver opções de meios eletrônicos para o peticionamento, que ampliam o acesso à Justiça, tais como os sistemas Sisdoc (processos físicos em 1º grau), e-DOC (processos físicos em 2º grau), além do PJe, para processos em tramitação eletrônica.

O TRT-2 ressalta que tal medida representará significativa economia de custos de logística, recursos humanos e transporte de petições, além de celeridade processual.